INÍCIO

ezgif-5-8d82d5064dcf.gif

PEDRO GALIZA é artista transmídia residente na zona norte de São Paulo. Pedro é uma pessoa não binária, e seu trabalho como artista do corpo engatilha propostas de criações que se estendem em diversos fenômenos artísticos - seja na arte da ação, performance arte, música, cinema, dança, nas demais realidades audiovisuais, no teatro, na moda. Suas pesquisas têm como foco de investigação a autonomia; a cultura do remix; a pulsão de morte; e essencialmente a transfiguração (acessar e permitir ser aquilo que não sou, ou que desconheço).

Seus trabalhos já foram acionados, exibidos e publicados nos seguintes projetos: Festival La Plataformance, Mostra Todos os Gêneros (Itaú Cultural), Festival Performatus (SESC Santos), Galeria Transparente (CCJF Rio de Janeiro), projeto Fricções: Negritudes (SESC Ipiranga), Festival Corpus Urbis (UNIFAP, Macapá), Mostra Solos e Monólogos, In Loqus: Mostra de Apresentações (SESC Santo Amaro), Projeto Flexões Performáticas (Centro Cultural Banco do Brasil) e etc.

Está sempre disponível a colaborar com artistas de todos os lugares – assim como já colaborou no projeto ‘’Situações de Atrito # Variação Nula’’ (SESC Paulista e Funarte SP) com o Núcleo Entre_Tanto, coordenado pelo bailarino e coreógrafo Wellington Duarte. Também colaborou com a artista Vera Sala durante um período de residência na Casa das Caldeiras, e alguns projetos com os artistas Mirella Brandi x MuepEtmo nos projetos ‘’Setup To Fail’’ (Centro da Terra), FFOBIA SETOR (CCBB São Paulo e SESC Pompéia) e ‘’OUTRO’’ (Museu da Imagem e do Som), é performer na remontação da peça-desfile ''FLESHION [aparências]'', coreografada pela artista Thelma Bonavita.

PEDRO GALIZA is a trans-media artist residing in Zona Norte , suburb of São Paulo city. Pedro is a non-binary person, working as a body’ artist engaged in creative proposals that extend into various artistic phenomena - whether in the art of action, performance, music, cinema, dance, audiovisual realities, theatre, fashion and so on. Their research focuses on autonomy; the culture of remix; the death drive; and essentially the transfiguration (access and allow to be what I am not, or that I do not know).

Their works have already been activated, exhibited and published in the following projects: La Plataformance Festival, All Gêneros Exhibition (Itaú Cultural), Performatus Festival (SESC Santos), Transparent Gallery (CCJF Rio de Janeiro), Fricções Negritudes (SESC Ipiranga) , Corpus Urbis Festival (UNIFAP, Macapá), Solo and Monologues Exhibition, In Loqus: Presentation of Presentations (SESC Santo Amaro). Xe is always available to collaborate with artists from all over the world - as well as collaborating in the project '' Friction Situations # Variação Nula '' (SESC Paulista and Funarte SP) with the Núcleo Entre_Tanto, coordinated by the dancer and choreographer Wellington Duarte. He also collaborated with artist Vera Sala during a period of residence at Casa das Caldeiras, and some projects with artists Mirella Brandi x MuepEtmo in the projects '' Setup To Fail '' (Center of the Earth), FFOBIA SECTOR (CCBB São Paulo and SESC Pompeia São Paulo) and '' OUTRO '' (Museum of Image and Sound) in São Paulo. Pedro also works as a performer in remake of ''FLESHION [apparences]'', fashion-dance piece choreographed by Thelma Bonavita. 

  • Facebook
  • Instagram